Laudo do IPC confirma que a ossada encontrada em Gramame era mesmo de Guilherme Marinho

Criança estava desaparecida a cerca de 5 meses

O Instituto de Polícia Científica (IPC), confirmou nesta quinta-feira (26), que a ossada encontrada no último dia 15 de junho, em uma área de mata, no bairro de Gramame em João Pessoa, corresponde ao material genético de Guilherme Marinho.

O menino estava desaparecido a cerca de 5 meses. A criança desapareceu da rua onde morava no dia 10 de fevereiro, no bairro do Costa e Silva, em João Pessoa.

Segundo o médico Sérgio Lucena, responsável pelo caso, o laudo que confirma já está a disposição da Polícia Civil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *